#boraviajar? Ative as notificações e receba alertas de passagens aéreas baratas. ATIVAR

Argentina fecha fronteiras novamente e veta turistas brasileiros.

Renata Coelho Mastandrea
Postado em Domingo 27, Diciembre 2020 em Recomendações

Argentina fecha fronteiras novamente e veta turistas brasileiros

*Post atualizado 08/01/2021

O encerramento das fronteiras destina-se aos turistas estrangeiros dos países vizinhos à Argentina (Brasil, Uruguai, Paraguai, Bolívia e Chile), únicos que passaram a poder entrar na Argentina desde o dia 02 de novembro. A fim de evitar o avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus, a Argentina fecha fronteiras novamente e veta turistas brasileiros. Essa nova medida do Governo Argentino é válida a partir de 25 de dezembro e até, pelo menos, 31 de janeiro de 2021.
 

Turismocity: Argentina fecha fronteiras novamente e veta turistas brasileiros.

 

Algumas exceções são permitidas, mas somente para residentes e obviamente para os Argentinos irem e virem. Ficando permitida a entrada no país apenas de: 

  • Argentinos e residentes da República Argentina, qualquer que seja seu lugar de origem
  • estrangeiros expressamente autorizados pela DIRETORIA NACIONAL DE MIGRAÇÕES, para o desenvolvimento de atividade laboral ou comercial; ou para cumprir uma missão diplomática oficial; ou para participar de eventos esportivos, ou para reagrupamento familiar indireto com argentinos ou residentes
  • estrangeiros declarados em trânsito para outros países com permanência no aeroporto internacional inferior a 24 horas
  • família/passageiros relacionados com nacionais da Argentina para reagrupamento familiar

 

Todos os passageiros argentinos e residentes chegando na Argentina devem seguir as orientações abaixo: 

  • Preencher online a "Declaração Jurada Argentina", nas 48 horas que antecedem a viagem. O embarque será negado pelas companhias aéreas no aeroporto de origem para aqueles que não atenderem a este requisito
  • Apresentar um certificado PCR negativo realizado até 72 horas antes da saída do voo. Aqueles que não podem realizar PCR na origem por um motivo devidamente justificado, deverão comprovar a ausência de sintomas com atestado médico emitido até 72 horas antes da saída do voo e realizar o teste PCR no destino o mais rápido possível na chegada ao país, completando os 10 dias de quarentena obrigatória, a partir do momento da chegada. O embarque será negado na origem aos passageiros que não cumpram o disposto acima. Crianças menores de 6 anos de idade estarão isentas
  • Argentinos e residentes precisam fazer o download do aplicativo cuidar
  • Realizar uma quarentena obrigatória de 10 dias a partir do momento em que o teste de PCR foi realizado
  • Todos os nacionais e residentes na Argentina que entrarem no país com destino final à Cidade de Buenos Aires estarão sujeitos a um teste PCR obrigatório no aeroporto (Ezeiza). O custo do teste pode ser coberto pelo sistema médico do passageiro. A partir da data mencionada, os nacionais e residentes com residência na Cidade de Buenos Aires ficarão isentos da quarentena uma vez que recebam o resultado negativo do teste realizado no aeroporto (Ezeiza).
  • Se o seu destino é a cidade de Buenos Aires: Precisam preencher a Declaração Jurada para entrada na Cidade Autónoma de Buenos Aires.
     

RESTRIÇÕES DE ENTRADA PARA: família/passageiros relacionados com nacionais da Argentina

  • Preencher online a "Declaração Jurada Argentina", nas 48 horas que antecedem a viagem. O embarque será negado pelas companhias aéreas no aeroporto de origem para aqueles que não atenderem a este requisito
  • Apresentar um certificado PCR negativo realizado até 72 horas antes da saída do voo. Aqueles que não podem realizar PCR na origem por um motivo devidamente justificado, deverão comprovar a ausência de sintomas com atestado médico emitido até 72 horas antes da saída do voo e realizar o teste PCR no destino o mais rápido possível na chegada ao país, completando os 10 dias de quarentena obrigatória, a partir do momento da chegada. O embarque será negado na origem aos passageiros que não cumpram o disposto acima. Crianças menores de 6 anos de idade estarão isentas
  • Realizar uma quarentena obrigatória de 10 dias a partir do momento em que o teste de PCR foi realizado
  • Apresentar um seguro de viagem com cobertura para internação (hospitalização) e isolamento devido COVID-19. O embarque será negado no aeroporto de origem para aqueles que não atenderem a este requisito.
  • Se o seu destino é a cidade de Buenos Aires: Precisam preencher a Declaração Jurada para entrada na Cidade Autónoma de Buenos Aires. A partir de 15 de dezembro, todos os estrangeiros estarão sujeitos a um teste PCR obrigatório no aeroporto (Ezeiza). O custo do teste deve ser assumido pelo turista ($2.500 pesos argentinos).
  • Mostrar o vínculo direto com um argentino por meio de: certidão de nascimento, casamento ou coabitação. O documento deve estar devidamente apostilado ou legalizado. Além disso, o passageiro deverá apresentar cópia do documento de identidade do visitante (familiar) junto com a reserva da passagem de volta.
  • Apresente na chegada uma nota que explique resumidamente a necessidade de visita, data de entrada e saída do país, local onde você vai ficar e quaisquer informações que possam ser relevantes. O recomendado é entrar em contato com o Consulado da Argentina.
  • Na chegada para a visita de um parente argentino (não concede residência), deverá ser paga uma taxa de imigração de 9.000 pesos.

Ainda neste novo decreto, foram suspensos a chegada e saída de voos da Itália, Dinamarca, Holanda e Austrália, bem como mantém a suspensão com o Reino Unido, em virtude da situação epidemiológica que registraram esses países após o surgimento da nova variação do COVID-19.

Encontre passagens aéreas baratas para a Buenos Aires e hotéis baratos para Buenos Aires, baixe o nosso app de viagem e siga-nos nas redes sociais (TwitterInstagram e Facebook) para descobrir rapidamente as melhores ofertas. 




Passagens Aéreas Baratas. Faça a sua busca!

Origem - Coloque sua cidade, país ou região
Destino - Coloque sua cidade, país ou região
Ainda não defini as datas