#boraviajar? Ative as notificações e receba nossas melhores ofertas. ATIVAR

Brasil vai abrir algumas fronteiras aéreas, mas manterá restrição terrestre.

Renata Coelho Mastandrea
Postado em Jueves 30, Julio 2020 em Recomendações

O governo brasileiro anunciou ontem, 29 de julho, que reabrirá suas fronteiras nacionais a visitantes estrangeiros que chegam de avião, apesar da disseminação do COVID-19 no país, de acordo com um decreto publicado no diário oficial. A restrição terrestre e marítima será mantida por mais 30 dias.

A medida se aplica a todos os estados, com exceção de cinco deles que manterão restrições de entrada: Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraíba, Rondônia e Tocantins.

Essa medida foi tomada com o objetivo de aliviar a "indústria turística devastada" do Brasil, segundo a agência da AFP, e será aplicada apenas à entrada de visitantes por via aérea, com restrições no acesso por terra ou mar por mais 30 dias. .

Para entrar no Brasil, os estrangeiros devem apresentar à companhia aérea um seguro médico válido no Brasil durante toda a sua estadia (com um máximo permitido de 90 dias), além do visto de entrada, se aplicável. Na falta de apresentação do seguro, a entrada no país será proibida.

Desde junho, estava em vigor um decreto que permitia a entrada aérea apenas dos aeroportos do Rio de Janeiro, Brasília, Guarulhos e São Paulo para estrangeiros que precisavam entrar para fins de estudo, trabalho, investimento, reunião de família ou atividades artísticas ou esportivas.

A decisão de reabrir as fronteiras coincide com o dia em que o Brasil registrou um registro de infecções, com 72.377 casos positivos e 1.664 mortes registradas no último dia. Com esses dados, o número total de positivos aumentou para 2.553.265 e 90.134 mortes, posicionando-se como o segundo país com mais casos e mortes, depois dos Estados Unidos.




Todos os preços em um só lugar. Faça sua busca!

Origem - Coloque sua cidade, país ou região
Destino - Coloque sua cidade, país ou região
Ainda não defini as datas