#boraviajar? Ative as notificações e receba nossas melhores ofertas. ATIVAR

Covid-19: Para quais países os brasileiros podem viajar?

Renata Coelho Mastandrea
Postado em Viernes 18, Septiembre 2020 em Recomendações

Para quais países os brasileiros podem viajar? 

 

Confira aqui a lista de países com fronteiras abertas e voos internacionais onde brasileiros podem viajar a turismo, mesmo durante a pandemia. 

 

* Esse post será atualizado constantemente e países com fronteiras abertas com complicações como o caso da Croácia, que o embarque depende da companhia aérea, uma que vez que o país faz parte da União Européia e sabemos que Brasileiros ainda não podem viajar para a Europa e que exigem a quarentena de 14 dias estão fora da lista! 

  • Albânia: A exigência aqui é o uso obrigatório de máscaras em locais públicos. 
     
  • Antígua e Barbuda: Uso de máscara obrigatório em todos os locais públicos, bem como apresentar teste PCR negativo para coronavírus, emitido até 48 horas antes da chegada. Quem não fizer isso terá de pagar um teste por lá ou concordar com a quarentena em hotel por 14 dias.
     
  • Armênia: Quarentena de 14 dias ou apresentar teste negativo para Covid-19.
     
  • Barbados: Deverão apresentar teste PCR negativo para Covid-19 dentro de 72 horas antes da partida ao país. Quem não tiver feito antes será obrigado a fazê-lo assim que chegar, permanecendo de quarentena no hotel até o resultado sair.
     
  • Bósnia e Herzegovina: O país dos balcãs reabriu em 12 de setembro para todos os países, sob as condições normais de visto pré-pandemia. Brasileiros não precisam de visto para visitar a Bósnia e Herzegovina por até 90 dias. Pede-se teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada.
     
  • Colômbia: Turismo liberado a partir de amanhã 19.09.2020. Será necessário que o passageiro apresente um teste PCR negativo para Covid-19 feito até 96 horas antes do embarque. Além disso, será necessário um cadastro no site www.migracioncolombia.gov.co feito de 24 horas até 1 hora antes da viagem. 
     
  • Costa do Marfim: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes da chegada ao país. O passageiro também deve preencher um certificado de saúde no site do governo. 
     
  • Cuba: Os turistas podem visitar apenas partes específicas do país, como Cayo Largo Del Sur, Cayo Coco, Cayo Guillermo, Cayo Santa María e Cayo Cruz. O país oferece testes para a detecção de Covid-19 sem custos na chegada ao aeroporto.
     
  • Dominica: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 emitido entre 24h a 72h antes do embarque.
     
  • Dubai (Emirados Árabes Unidos): Os passageiros vindo do Brasil são obrigados a serem testados duas vezes ao viajar para Dubai. Cada emirado tem suas próprias regras; passageiros que saiam de Dubai em direção a Abu Dhabi também precisarão fazer um novo teste. Os visitantes terão de apresentar um atestado médico provando o resultado negativo do teste de Covid-19, realizado com menos de 96 horas da partida. IMPORTANTE: Qualquer um que testar positivo para o coronavírus terá de ser isolado em uma instalação por 14 dias às suas próprias custas. Os visitantes estão sujeitos a um novo teste na chegada. Também é necessário apresentar seguro de saúde.
     
  • Egito: Brasileiros podem viajar para lá, desde que tenham o visto egípcio. Necessário apresentar teste PCR negativo para Covid-19 emitido com 72h de antecedência, além do preenchimento do “Cartão de Saúde Pública” na chegada.
     
  • Honduras:  Apresentação de teste negativo (rápido ou PCR) para Covid-19, emitido até 72h antes da chegada.
     
  • Jamaica: toque de recolher noturno, verificação de temperatura na chegada. Alguns passageiros poderão ser submetidos a testes para detecção de Covid-19.
     
  • Marrocos: Reabriu suas fronteiras para passageiros vindos de países isentos de visto de turismo, como é o caso do Brasil. Os voos continuam suspensos no mínimo até 10 de outubro. Tem que ter: Reserva de hotel confirmada ou convite feito por uma empresa marroquina, teste PCR negativo de Covid-19 com até 48 horas de antecedência do embarque e preencher um formulário de saúde, levando-o impresso para apresentar na chegada.
     
  • Maldivas: Resorts estão com capacidade reduzida para receber os turistas com normas sanitárias rígidas e distanciamento social. Não há a cobrança de taxas extras ou quarentena para quem não apresentar sintomas. A partir de 10 de setembro os visitantes terão de apresentar um atestado médico provando o resultado negativo do teste PCR de Covid-19, realizado com menos de 72 horas da partida. O uso de máscara é obrigatório em locais públicos.
  • México: A única exigência é o uso de máscaras em locais públicos.
     
  • Nicarágua: Teste negativo de Covid-19 com 72 horas de antecedência da chegada ao país.
     
  • Peru: Reabriu as fronteiras e autorizou a chegada de voos internacionais desde 1º de outubro. Pede-se teste negativo de Covid-19 com até 72 horas de antecedência da chegada ao país, além do preenchimento obrigatório de uma declaração jurada de saúde em até 72h antes do embarque. Encontre aqui passagens aéreas baratas.
     
  • Polinésia Francesa: Apresentar teste PCR negativo para Covid-19 obtido até 72 horas antes do embarque. Também será necessário ter seguro viagem que cubra despesas médicas. Os turistas estarão sujeitos a testagem aleatório quatro dias após a chegada.
     
  • Quênia: Testes negativos para Covid-19 emitidos até 7 dias antes da chegada.
     
  • República Dominicana: Sujeito a verificação de temperatura na chegada. Quem apresentar sintomas ou temperatura acima de 38 °C serão submetidos a um teste rápido de Covid-19 e eventual quarentena e tratamento. Será necessário ainda preencher um formulário de Declaração de Saúde do Viajante.
     
  • Ruanda: Pede teste PCR negativo para Covid-19 emitido até 120h antes do embarque. Os passageiros serão testados novamente na chegada e são obrigados a ficarem nos quartos aguardando os testes. 
     
  • Santa Lúcia:  Teste PCR negativo de coronavírus realizado dentro de 48 horas antes do embarque. O uso de máscara é obrigatório e as autoridades de saúde podem verificar a temperatura nos passageiros na chegada.
     
  • Seicheles: Necessário apresentar teste negativo de coronavírus realizado dentro de 48 horas antes do embarque. O passageiro também deve preencher documento online e esperar autorização governamental.
     
  • Sérvia:Uso de máscara obrigatório em lugares públicos.
     
  • Tanzânia: Após o presidente John Magufuli declarar o país livre de coronavírus, a Tanzânia retomou os voos internacionais e reabriu-se ao turismo. Não há regras para quarentena em vigor, tampouco uso obrigatório de máscara e distanciamento social. Brasileiros podem viajar para a Tanzânia, contanto que obtenham o visto para o país — um requerimento pré-Covid. Os viajantes deverão preencher um formulário de vigilância sanitária ainda no avião.
     
  • Turcas e Caicos: Máscara obrigatória.
     
  • Turquia: Brasileiros podem viajar sem visto e os passageiros sujeitos a verificação de temperatura na chegada.
     
  • Zâmbia: Necessário obter antecipadamente a autorização eletrônica de entrada (eVisa) ou visto na representação consular. Teste PCR negativo para Covid-19 emitido até 14 dias antes do embarque.



Todos os preços em um só lugar. Faça sua busca!

Origem - Coloque sua cidade, país ou região
Destino - Coloque sua cidade, país ou região
Ainda não defini as datas