Alertas de voos baratos #boraviajar? Ative as notificações e receba alertas de passagens aéreas baratas. ATIVAR

Dicas da Islândia - tudo sobre esse país incrível!

Renata Coelho Mastandrea
Postado em Martes 12, Noviembre 2019 em Recomendações

Se você deseja viajar para um lugar de paisagens de tirar o fôlego, ver lugares de locações de séries e ainda experimentar o espetáculo da Aurora Boreal, a Islândia é o lugar perfeito para esse tipo de aventura! Confira aqui as melhores dicas da Islândia e programe agora mesmo sua viagem!

Dicas Islândia

 

Dicas da Islândia: Tudo sobre esse país incrível

A Islândia se tornou um destino turístico popular nos últimos anos após três grandes fenômenos: a crise econômica em 2008, a erupção do vulcão Eyjafjallajökull em 2010 e a utilização das paisagens locais como cenários de vários filmes e séries. O país é cheio de atrações naturais como cavernas, lagoas e montanhas que fornecem uma vista incomparável. Confira que não pode faltar na sua viagem à Islândia:

Reykjavík

Essa é a capital da Islândia e também considerada a cidade mais populosa do país. Ela é uma pequena cidade com atrações como igrejas, bonitas construções e uma vasta área portuária que dá um charme a mais para a cidade.
 

As melhores dicas da Islândia.
Reykjavík, capital da Islândia. 

 

Blue Lagoon

Essa é uma das lagoas mais famosas da Islândia e não é para menos: suas águas são quentes, chegando até a 40 ºC e que por isso solta uma singela fumaça branca. A lama é considerada medicinal e essa lagoa é cercada por bonitas montanhas escuras que contrastam com o azul da água. A lagoa fica a 47 km da capital Reykjavík.

 

Blue Lagoon, Islândia.
Blue Lagoon, Islândia. 

 

Gullfoss Waterfall

Essa catarata é conhecida e apreciada principalmente pela intensidade da queda das águas. Uma dica é fazer esse roteiro a pé, em meio às trilhas, para quem gosta de aventuras e passeios assim, a vista é maravilhosa e as caminhadas chegam bem próximas às beiradas das corredeiras.

 

Gullfoss Waterfall, Islândia.
Gullfoss Waterfall, Islândia. 

 

Geysers de Haukadalur

Os gêiseres são nascentes termais em erupção e também considerados um dos 7 fenômenos naturais mais extraordinários do mundo. Haukadalur está a 108 km de Reykjavík e reúne alguns desses fenômenos.

 

Geysers de Haukadalur
Geysers de Haukadalur

 

Aurora Boreal 

A Islândia é um dos melhores lugares do mundo para assistir a Aurora Boreal. Esse é o fenômeno conhecido pelo show de cores no céu que acontece devido a um fenômeno óptico decorrente do impacto de partículas de vento e a alta atmosfera da Terra que acabam por colorir o céu em fortes tons de roxo, azul e verde e deixar quem observa impressionado. 

Baixe o aplicativo My Aurora Forecast pra acompanhar o índice KP e a probabilidade de ver a aurora boreal nos dias a seguir. O índice KP mede a intensidade do fluxo solar e as perturbações na alta atmosfera terrestre. Esse índice varia entre 1 a 9, a partir de 5 as chances são grandes de você conseguir ver a aurora. Alguns hotéis tem um serviço chamado Northern Lights – Wake Up Call

Você coloca o seu nome em uma lista e caso tenha aurora boreal à noite, eles ligam para o seu quarto pra você descer e conferir o fenômeno.
 

Aurora Boreal, Islândia.
Aurora Boreal, Islândia.

 

Passagens aéreas para a Islândia e hotéis na Islândia 

 

Gravações de Game of Thrones 

Se você é apaixonado pelo mundo das séries, com certeza já ouviu falar de Game of Thrones, ou a Guerra dos Tronos. A série medieval que mistura guerras, dragões e mortos-vivos tem como cenário diversos lugares da Islândia.
 

 

Grjótagjá

Essa é uma caverna localizada perto do Lago Mývatn, no nordeste da Islândia. Em Game of Thrones ela é cenário do Ninho de Amor de Jon Snow e a selvagem Ygritte. É nessa caverna que Jon e Ygritte tomam banho nas águas apesar da neve e das pesadas roupas que os dois usavam até então. Mas há uma explicação: a temperaturas das águas nessa caverna podem chegar a até 50ºC.
 

 

Dimmuborgir 

Perto de Grjótagjá está esse campo com rochas utilizado para ser o acampamento dos selvagens. É nele que Mance Rayder monta seu acampamento e treina seu pessoal.

 


 

Vatnajökull 

Essa é considerada a maior geleira da Europa e é uma grande aérea montanhosa no sudeste da Islândia. Cenário perfeito para representar o território Além da Muralha, lar dos Selvagens e que precisava ser constantemente vigiado pelos patrulheiros da noite para combater os White Walkers.

 

 

Höfoabrekka 

Esse lugar fica próximo à cidade de Vik, a mais austral da Islândia e próximo ao vulcão Katla. O território fui usado para filmar as cenas de traição de Frostfangs.

 


Parque Nacional Thingvellir 

O último cenário islandês de Game of Thrones é o Parque Nacional Thingvellir também Patrimônio Mundial da UNESCO. No lugar foram gravadas algumas cenas da quarta temporada da série.

 

 

Qual a melhor época para conhecer a Islândia?

Se você deseja assistir ao espetáculo de cores no céu proporcionado pela Aurora Boreal, o ideal é entre outubro a fevereiro, ou setembro a abril. O verão no país é em julho então se você deseja ver o sol por mais tempo e ter dias mais longos, essa é a época ideal. 

  • Alta temporada (de junho a agosto): A alta temporada coincide com o período de férias dos islandeses e do restante da Europa. Os dias são mais longos e a maioria das atrações estão abertas. Nessa época do ano, o dia não escurece por completo e dá para aproveitar bastante para passear e fotografar. Além disso, é possível dirigir por várias estradas que ficam fechadas no inverno, como as F-Roads. É no verão que saem os passeios de barco para ver os pássaros puffins.
     
  • Média temporada (abril, maio, setembro e outubro): Seria a melhor época para visitar a Islândia. No outono os dias começam a ficar mais curtos e começa a fazer mais frio. A vantagem é que é mais barato e tem menos turistas, algumas atrações já estão mais vazias do que no verão. O início da primavera (abril e maio) pode ser interessante por motivos parecidos com o outono, já que os preços são mais baixos e tem menos turistas que no verão.
     
  • Baixa temporada (de novembro a março): A maioria dos visitantes de baixa temporada utiliza Reykjavík como cidade-base, e combinam atividades culturais e noturnas na cidade com atividades como: cavalgadas, andar de snowmobile e visitar as piscinas termais e os spas.

É interessante sempre estar de olho nas previsões para a época para evitar pegar muita neve que impeça de realizar passeios e aproveitar ao máximo esse destino.

Veja também:

Escócia e a rota do Harry Potter

 




Aéreos

Origem - Coloque sua cidade, país ou região
Destino - Coloque sua cidade, país ou região
Ainda não defini as datas
1 Passageiro, econômica