#boraviajar? Ative as notificações e receba nossas melhores ofertas. ATIVAR

Guia de Santiago do Chile!

Gabrielle Barbosa
Postado em Sexta 18, Outubro 2019 em Recomendações

Santiago é a capital do Chile e muitas vezes chamada de Santiago do Chile para distinguir de outras cidades do mesmo nome. É uma cidade metropolitana com mais de 6 milhões de habitantes que está localizada no vale central chileno e muito próxima da Cordilheira dos Andes.

Por ficar em uma região muito rica, Santiago do Chile possibilita uma infinidade de passeios que vão desde passeios à Cordilheira dos Andes, a grandes vinícolas, estações de ski, parques e belezas naturais! Confira nosso Guia de Santiago do Chile para aproveitar ao máximo sua viagem à capital chilena!

Passaporte e visto 

Brasileiros que viajam para o Chile não precisam de visto ou passaporte para entrar no país. O passaporte, apesar de não ser documento obrigatório de entrada, é sempre indicado. De qualquer forma, se você não tem um passaporte pode ingressar no país com o documento de identidade. Lembre-se apenas que a identidade deve ter menos de cinco anos e estar em bom estado. 

Aeroporto de Santiago do Chile 

O Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez é o principal aeroporto do Chile. É considerado um dos aeroportos mais movimentados da América do Sul e da América Latina. 

O aeroporto tem uma grande estrutura para receber turistas de toda parte do mundo. São mais de 20 restaurantes, cafés, bares e mais de 70 lojas com todo tipo de variedades: lembrancinhas, artesanatos, vinhos e tantas outras. No Aeroporto também tem 4 lojas duty-free e um hotel conectado ao aeroporto. Por ali também é possível encontrar banco, casa de câmbio e agência de turismo. 

Em termos de localização o Aeroporto é de fácil acesso, está a cerca de 20 km do centro de Santiago do Chile e da Plaza de Armas. Para ir ao centro da cidade você pode optar por táxi, transfers de van ou carro, transporte por aplicativo ou até mesmo transporte público. 

Onde trocar moeda em Santiago do Chile 

A moeda oficial do Chile é o peso chileno e existem diversas opções para trocar seu real brasileiro em peso chileno. É preciso apenas estar atento quanto a notas falsas e procurar fazer o câmbio em casas confiáveis. 

Geralmente não é vantajoso fazer a troca no Brasil e no Aeroporto do Chile, por isso trazemos algumas possibilidades para você fazer a melhor cotação. O mais importante, porém, é estar de olho na cotação do dia que pode variar a ponto de ser um negócio vantajoso ou não. É interessante comprar um pouco de dinheiro no Aeroporto para fazer os pagamentos necessários até chegar ao seu hotel ou até o centro da cidade, mas deixe a maior parte do câmbio para fazer em casas de câmbio mais vantajosas. No aeroporto as casas de câmbio funcionam 24 horas por dia, todos os dias da semana.

A melhor cotação você encontrará no centro de Santiago do Chile. Na Calle Agustinas geralmente é possível encontrar as melhores cotações da capital chilena. O lugar é de fácil acesso e próximo a alguns dos principais pontos turísticos de Santiago do Chile. Outra opção é fazer o câmbio no bairro Providência, essa opção pode ser mais tranquila do que as casas de câmbio do centro da cidade, e costuma ter boas cotações. As melhores opções de casas de câmbios estão localizadas na Avenida Pedro de Valdívia.

Se você gosta da comodidade de usar o cartão de crédito mesmo em viagens internacionais, confira nosso post explicando quais as vantagens, desvantagens e taxas aplicadas para esse tipo de pagamento. 

Temperaturas em Santiago do Chile

No nosso post falando um pouco sobre os principais pontos turísticos de Santiago do Chile, falamos também um pouco sobre as temperaturas ideais para cada tipo de passeio. 

Se o intuito da sua viagem é aproveitar Santiago para praticar esportes na neve, o ideal é ir pelos meses de junho a setembro. Se você não está com foco em ver neve e quer aproveitar a cidade e gosta do clima mais quente, o ideal são os meses de dezembro a março, o verão em Santiago do Chile. 

Importante saber antes da sua viagem para Santiago do Chile

  • O idioma local é o espanhol.
  • A voltagem das tomadas é 220v. Se você tem aparelhos bivolts não terá problemas em Santiago do Chile mas aparelhos de 110v podem queimar. Verifique seus aparelhos antes de conectá-los na tomada.
  • A tomada do Chile é diferente da brasileira. Por isso, providencie um adaptador de tomada antes de viajar!
  • Muitos lugares de Santiago do Chile tem rede de wifi gratuito mas para ficar sempre conectado sem gastar muito é importante providenciar um chip de celular local.

Transporte em Santiago do Chile 

É muito fácil se locomover em Santiago do Chile. Por ser uma cidade metropolitana o transporte público e outras opções são acessíveis e podem facilitar a locomoção por toda cidade. 

Metrô: A cidade tem cerca de 120 estações de metrô. É possível chegar a qualquer parte da cidade apenas usando as linhas de metrô e é possível ir até vinícolas através da linha vermelha. As passagens de metrô em Santiago do Chile têm valor de aproximadamente 4 reais.

Bicicleta: uma opção para aproveitar a cidade enquanto se locomove de um lugar a outro de Santiago do Chile é usando as bicicletas do Itaú. Para isso, basta baixar o aplicativo disponível para Android e IOS, MybikeSantiagoAs bicicletas podem ser retiradas e devolvidas em diversos pontos por toda a cidade. 

Carros particulares: em Santiago há possibilidade de se locomover através de aplicativos de transporte. Os mais indicados são o Uber e o Cabify. Os aplicativos são mais econômicos do que os taxis e, por poderem ser pagos por cartão de crédito diretamente no aplicativo, evitam notas falsas, comumente recebidas pelos taxistas.

Passeios gratuitos em Santiago do Chile

Se você está planejando viajar para Santiago do Chile mas precisa fazer uma viagem mais econômica, o ideal é aproveitar as possibilidades de passeios gratuitos e ao ar livre. Dessa maneira você consegue aproveitar para conhecer vários lugares e não fugir do orçamento. Fazendo passeios gratuitos você também pode investir em outras coisas como acomodação e gastronomia. Confira algumas opções de passeios gratuitos em Santiago do Chile:

Cerro de Santa Lucía

O Cerro de Santa Lucía é o ponto de onde surgiu Santiago do Chile. Por ser no alto do morro, o lugar é ideal para quem deseja tirar fotos lindas e olhar a cidade de um ângulo completamente. Você só vai precisar de um pouquinho de fôlego para subir as escadas do até o topo do morro.

Cerro San Cristóbal

Outro lugar para ter uma vista incrível é o Cerro San Cristóbal. O lugar fica no Parque Metropolitano e dá acesso a uma vista panorâmica de Santiago do Chile. Para ir até o topo do cerro você pode ir de teleférico ou de funicular, os dois pagos, ou fazer trilha a pé ou de bicicleta, e aí não pagar nada.

Palácio de La Moneda 

Esse é um dos pontos turísticos mais famosos de Santiago do Chile. Ele é a sede do governo chileno e é uma construção importante para a história do país. A troca de guardas do Palácio de La Moneda acontece todos os dias às 10 horas. Outra opção ainda no Palácio e gratuita é o passeio interno que acontece quatro vezes por dia.

Mercado Central 

Esse é um passeio para quem gosta de realmente provar os gostos e produções locais. O prédio é de 1872 e uma importante construção do país. Para os turistas que gostam de experimentar novas opções da gastronomia, o Mercado Central de Santiago do Chile é um lugar ideal para isso!

Catedral Metropolitana de Santiago

A igreja é um passeio imperdível para quem gosta de admirar arquitetura, história e arte. A Catedral foi construída no século 16 e hoje tem um estilo neoclássico. A igreja fica aberta de segunda a sábado das 09 às 19 horas e das 09 às 12 horas no domingo. Se você for religioso é possível verificar o horário para assistir à missa na Catedral.

Parques de Santiago do Chile 

Parque Florestal 

O Parque Florestal está perto do centro e é um ambiente ideal para quem deseja praticar esporte ao ar livre ou aproveitar um fim de tarde andando de bicicleta ou aproveitando um pique nique. No local está localizada a Fuente Alemana, uma doação da Alemanha para celebrar os 100 anos de independência do Chile.

Parque Quinta Normal 

O Parque é onde está o Museu de Arte Contemporânea, o Museu de História Natural, o Museu Infantil e o Museu Ferroviário. O Parque Quinta Normal tem uma grande lagoa onde os turistas e moradores gostam de andar de pedalinho. Por ali também é possível aproveitar brinquedos para crianças, jardins e uma piscina municipal. 

Parque Araucano

É considerado um dos parques mais bonitos da cidade e conta com quadras esportivas, áreas para piquenique, jardim de rosas, esculturas de obra e um ringue de patinação para os meses de inverno. A áreas também tem um espaço com cafés, restaurantes e centro de eventos.

 

Museus gratuitos

Museu na lista de passeios gratuitos? Isso mesmo! Em Santiago do Chile é possível fazer visitas a Museus que não cobram entrada. O passeio é ideal 

para os apaixonados por arte e história e também para conhecer a cultura local e os artistas do país. Confira algumas opções de Museus com entradas gratuitas:

Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes não cobra nada para entrada. Ele foi inaugurado em setembro de 1880 e é considerado o museu mais antigo da América do Sul. A construção faz referência a arquitetos, pintores e escultores da história da arte. Além disso, o Museu Nacional de Belas Artes tem mais de 5 mil peças que vão desde artistas chilenos até artistas internacionais de todas as épocas. O museu fica aberto de terça a domingo das 10 às 18h45.

Museu de Arte Contemporânea 

Esse é outro museu que tem entrada gratuita, ele teve suas obras divididas com o Museu Nacional de Belas Artes. O acervo do Museu de Arte Contemporânea tem cerca de 2.800 peças fixas de artistas chilenos e internacionais e obras clássicas e modernas. Além das peças fixas, há também a exposição temporárias. O Museu funciona de terça a sábado das 11 às 19 horas. No domingo o museu fecha mais cedo, encerrando suas visitas às 18 horas.

Museu da Memória e dos Direitos Humanos 

O Museu da Memória e dos Direitos Humanos fica no Parque Quinta Normal e abre de terça a domingo das 10 às 18 horas. Em janeiro e fevereiro o horário é estendido e o Museu fecha às 20 horas. Um dos pontos altos desse museu é a parte que conta a história da ditadura militar chilena, que aconteceu entre 1973 e 1990. Os vídeos, fotos, painéis e documentos dão visibilidade à maneira como a ditadura do país violou os direitos humanos. 

Museu Nacional de História Natural 

O último museu da nossa lista também fica no Parque Quinta Normal. Ele foi fundado em 1830 por Claudio Gay e é um dos mais antigos museus da América Latina. A ideia desse museu é preservar a memória das principais vegetações e minérios do Chile. O Museu também conta com espaço dedicado à botânica, zoologia, etnologia, antropologia, paleontologia e mineralogia com exposições fixas e temporárias. O horário de visitação é de terça a sábado das 10 às 17h30. No domingo o horário é das 11 às 17h30.

Vida noturna 

Se você gosta de aproveitar a vida noturna, aproveitar bares e baladas, separamos algumas dicas especiais para você aproveitar sua viagem!

Bairro Bella Vista 

O Bairro Bella Vista é um dos lugares mais boêmios de Santiago do Chile. Por ali dá para aproveitar o Pátio Bella Vista, um tipo de praça com bares e restaurantes onde é possível encontrar pubs, restaurantes de comida japonesa e muito mais. Por ficar perto da Universidad de Chile é bastante movimentado pelos estudantes. O lugar sempre tem uma programação para aproveitar ao máximo as noites chilenas!

Passeios para o inverno 

Na época do inverno é quando os turistas mais procuram o Chile para esquiar e praticar esportes na neve. A época ideal para esse tipo de viagem focada em ver a neve é entre junho e setembro.

 

Valle Nevado

Esse é um dos principais locais para esquiar em Santiago por ser o complexo de esqui mais completo e o maior da América do Sul com opções de atividades para todas as pessoas. O local está a 46 km de Santiago do Chile e por isso, tem uma grande rede hoteleira. O lugar é um complexo de 9 mil hectares com 34 pistas de esqui de 4 níveis diferentes.

El Colorado 

O El Colorado está localizado a 36 km de Santiago do Chile e fica na montanha El Colorado. Também há uma rede hoteleira para receber quem deseja passar mais do que só a tarde no complexo. O complexo tem 112 pistas em 1300 hectares e uma altitude máxima de 3300 metros.

La Parva

Esse complexo é uma estação de esqui procurada por profissionais. No lugar que está localizado a 38 km de Santiago, há um clube de ski que forma atletas para competições mundiais. O complexo tem 40 pistas radicais, escola para iniciantes e vários restaurantes para todos os gostos. 

Passagens aéreas baratas para Santiago do Chile 

Com as altas demandas de viagem para esse destino, cada dia mais a oferta de voos tem crescido. Por isso, você pode ficar de olho no nosso site para receber primeiro as promoções de viagens. 

Você também pode baixar o nosso aplicativo, disponível pra IOS e Android,e com ele receber alertas e informações sobre a passagem. Para ver algumas opções de passagem para o Chile, basta clicar aqui.

E você, já foi para Santiago do Chile e tem alguma dica para aproveitar esse destino ou dica de algum passeio que não pode faltar na viagem e não citamos nesse Guia de Santiago do Chile? Conta pra gente!


Origem - Coloque sua cidade, país ou região
Destino - Coloque sua cidade, país ou região
Ainda não defini as datas
Comparar Turismocity com:
Viajanet
SubmarinoViagens